Tira Dúvidas

Este espaço é destinado para você compartilhar suas dúvidas com outros leitores do site. O Núcleo da Saúde tem recebido muitos e-mails com perguntas sobre os mais variados assuntos. Grande parte das questões reproduzidas abaixo, certamente são comuns a muitos outros leitores. Não deixe de perguntar, tire suas dúvidas e fale conosco!

  1. Márcia, Fortaleza - CE

    Gardnerella vaginalis

    Gostaria de receber informações sobre Gardnerella vaginalis. Estou com esse problema e não sei como é transmitida a doença, quais os tratamentos e como evitar.

    1. A Garnerella vaginallis é uma bactéria que se desenvolve em meio vaginal proliferando-se e fazendo com que seja transmitida pelo ato sexual, portando é considerada uma doença sexualmente transmissível (DST).
      O tratamento é feito, na maioria das vezes no casal, onde o homem usa comprimidos por via oral e a mulher, além dos comprimidos, deve fazer uso de creme vaginal para maior certeza de cura.
      Evidentemente o meio mais fácil de evitar doenças sexualmente transmissíveis é através do uso de preservativos durante o ato sexual.


  2. Carla, Brasília - DF

    Gravidez sem sexo

    Uma mulher pode engravidar sem ter relacionamentos sexuais?

    1. Por se tratar de uma ciência não-exata, a medicina pode apresentar uma grande quantidade de teorias e uma prática ainda muito mais rica.
      Quando falamos em gravidez, é natural pensarmos logo em uma relação sexual antecedente, pelo simples conceito que temos que, para se chegar a uma gravidez, necessariamente, haverá o encontro entre o espermatozoide (célula sexual masculina) e o óvulo (célula sexual feminina) para ocorrer a formação do embrião. 
      Hoje em dia, está cada vez mais fácil proporcionar o encontro dessas células sexuais das mais variadas formas, além da convencional. As mais conhecidas são as chamadas fertilizações "in vitro" e as intra-citoplasmáticas, que bem ilustram esta nova forma de colocar em contato espermatozoides e óvulos. O resultado desse encontro (embrião) é proporcionado fora do ambiente natural e introduzido artificialmente dentro do útero para que a gravidez siga seu curso natural. Estes são os meios de fertilização em laboratório e não necessitam, portanto, do contato sexual. 
      Uma outra forma de engravidar mesmo sem que haja a concretização do ato sexual, isto é, sem que ocorra a penetração, acontece quando o parceiro ejacula na região da entrada vaginal e se a mulher, mesmo virgem, estiver no pico ovulatório, poderá carrear para dentro da vagina um número de espermatozoides suficiente para que haja a fecundação.


  3. Sérgio, Brasília - DF

    Prazer para minha esposa

    Sou um homem preocupado com os sentimentos de minha mulher. Não sou muito experiente, mas tenho uma mulher maravilhosa e gostaria de saber como, realmente, dar prazer a ela. O que é o clitóris? Qual a importância dele na relação sexual? Onde ele se localiza? Qual a melhor forma de estimulá-lo?

    1. É maravilhoso saber que ainda existem maridos preocupados em melhorar o relacionamento sexual do casal! 
      O clitóris é a região do aparelho genital feminino mais rica em inervações e por isso, apresenta uma grande sensibilidade. Estudos mostram que 90% das mulheres têm orgasmo na região clitoriana enquanto apenas 10% por estimulação na vaginal.
      O clitóris fica localizado logo abaixo do chamado Monte de Vênus (região onde se encontram além dos pêlos, uma parte de tecido gorduroso ligeiramente elevado), presente na abertura do intróito vaginal. Por receber grande fluxo sanguíneo, o local é extremamente sensível ao toque e à manipulação. Conversando com sua esposa, você conseguirá identificar o ponto que ela considera mais agradável e excitante. 
      Parabéns por sua iniciativa! Sua curiosidade é o passo mais importante para proporcionar a felicidade sexual de sua esposa e, sem dúvida, a sua também!


  4. Taciana, São Paulo - SP

    Exames Pré-Nupciais

    Vou me casar em breve. Quais os exames pré-nupciais devo fazer? Meu noivo também precisa ir ao médico?

    1. É muito importante que os noivos façam alguns exames antes do casamento, tenham eles vida sexual ativa ou não. A moça deve consultar um Ginecologista que recomendará alguns exames como: Citologia Oncótica Preventiva (Papanicolau), Colposcopia, Pesquisa de Rubéola, Toxoplasmose, Provas Hepáticas, Reações Sorológicas para Sífilis e HIV, Tipagem Sanguínea e Hemograma Completo, Exame de Urina e Protoparasitológico de fezes. Se houver queixas de corrimento, pode ser avaliada a Secreção Vaginal. 

      O rapaz, por sua vez, deverá consultar um Urologista que deverá solicitar os mesmos exames (excluindo-se o Papanicolau, a Colposcopia, Rubéola, Toxoplasmose e Secreção Vaginal). Caso necessário, o médico poderá incluir um Espermograma Completo. 

      De qualquer forma, no momento da consulta o médico de um ou de outro poderá solicitar mais ou menos exames de acordo com a avaliação individual.


  5. Danielle, Curitiba - PR

    Dores Pélvicas

    Há muito tempo sinto dores na região pélvica. Fiz duas ultrassonografias pélvicas e uma transvaginal para avaliar o caso, mas nenhum dos exames detectou qualquer problema. Gostaria de saber o que essa dor significa e se pode ocasionar alguma dificuldade em engravidar?

    1. O seu quadro de dores na região pélvica (onde encontram-se os ovários) demonstram a grande possibilidade da ocorrência da chamada "ovulação dolorosa", ou Síndrome de Mittelschmerz. Ocorre que essa dor é temporária e não necessita um tratamento específico. O desconforto tem chance de reaparecer nas próximas ovulações, ou seja, no período entre uma menstruação e outra. 

      De qualquer maneira, sempre a consulta ao seu ginecologista poderá dar mais segurança e orientá-la num possível tratamento, caso a dor persista. Sua preocupação com dificuldades na gravidez pode ser descartada, pois para engravidar, basta que a mulher ovule e, certamente, isso está acontecendo com você!


  6. Carime, Cordeirópolis - SP

    Anticoncepcional x Gordura

    É verdade que anticoncepcional engorda?

    1. Esse fato ocorre com mulheres que usam anticoncepcionais orais, devido à chamada retenção hídrica (inchaço) que pode acontecer eventualmente.

      No metabolismo orgânico, alguns anticoncepcionais orais podem estimular, não com tanta frequência, uma ação hormonal diversa, o que causa aumento da ingestão de alimentos, levando a uma maior retensão de gordura no organismo, como também pode alterar o metabolismo da queima das gorduras ingeridas e causar emagrecimento. 

      Outra possibilidade é a fase de vida (emocional em alta) em que se usa o anticoncepcional. Muitas mulheres dizem que se adaptavam melhor a um anticoncepcional que usavam no passado e agora as reações são "diferentes". Muitas vezes o que acontece é uma melhor reação do corpo e adaptação a uma ou outra pílula. 

      Com uma enorme oferta de produtos no mercado, certamente seu médico poderá orientá-la muito bem neste caso e ajudá-la a escolher o anticoncepcional que mais se adapta às suas necessidades.