Tira Dúvidas

Este espaço é destinado para você compartilhar suas dúvidas com outros leitores do site. O Núcleo da Saúde tem recebido muitos e-mails com perguntas sobre os mais variados assuntos. Grande parte das questões reproduzidas abaixo, certamente são comuns a muitos outros leitores. Não deixe de perguntar, tire suas dúvidas e fale conosco!

  1. Daniela, São Paulo - SP

    Remédios contra TPM

    Tenho sofrido muito com TPM. Nesse período tenho fortes dores de cabeça. Já usei vários remédios e nada adianta. Desisti dos medicamentos, mas com exercícios e dietas me sinto melhor. Meu médico me receitou um remédio que suspende a menstruação. Quais os efeitos colaterais deste tipo de medicamentos?

    1. A partir do momento que seu organismo está apresentando alterações que levam ao quadro de TPM, certamente há algo de errado com ele. Remédios como o que foi recomendado agem diretamente no equilíbrio da resposta hormonal e inibem as ações ovarianas e com isso evita que você ovule. Essa interrupção do processo menstrual elimina os efeitos da Tensão Pré Menstrual
      (TPM), mas não suas causas. Neste caso, outras adversidades orgânicas que não foram devidamente sanadas podem ficar escondidas e com a suspensão do medicamento seus sintomas poderão reaparecer. Veja que dietas e exercícios você percebe uma discreta melhora. Isso acontece porque a atividade física e a boa alimentação exercem uma ação positiva no seu equilíbrio hormonal e atua nos receptores da dor e dos fatores que a desencadeiam. A ação da medicina ortomolecular vai de encontro às causas dos sintomas e das doenças, não se contentando somente em tratar as queixas. Consulte seu médico sobre o que pode ser melhor para você.


  2. Fernanda, Lisboa, Portugal

    Sêmem na roupa

    Eu e o meu namorado estávamos no "rala-e-rola" e ele ejaculou ainda vestido. Seu sêmem molhou minha calcinha ainda em meu corpo. Estava no período fértil, pois isto aconteceu 9 dias antes da menstruação descer. Mesmo tomando pílula, caso seu sêmen tenha ultrapassado o tecido e se misturado à minha lubrificação natural e eu poderei estar grávida?

    1. A possibilidade de engravidar com o uso do anticoncepcional (AC) é mínima. Além disso, a ejaculação ocorreu no tecido da sua calcinha, bem longe do canal vaginal. Para que haja fecundação, os espermatozóide têm que percorrer um longo caminho até encontrarem o óvulo. Se sua mestruação desceu regularmente, não há razão para preocupações. Lembre-se que você deve ficar atenta às condições de sua saúde evitando, não só uma gravidez indesejada, mas a transmissão de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST). Em ambos os casos o uso do preservativo resolve. Não se esqueça que prevenir ainda é sempre melhor que remediar.


  3. Erica, São Carlos - SP

    Endometriose

    Estou fazendo um tratamento para tentar engravidar com injeções de hormônios há quase três anos, sem sucesso. Sinto fortes dores quando menstruo e em consulta médica, recebi o diagnóstico de Endometriose. Terei que fazer uma laparascopia. Dependendo do meu estado, será necessária uma intervenção cirúrgica mais invasiva. Esse procedimento é realmente necessário?

    1. Realmente, se o seu caso de infertilidade for devido a um quadro de endometriose o tratamento com as injeções é o mais indicado. A videolaparoscopia permite visualizar o quadro que se encontra a endometriose. Em alguns casos, é necessário fazer a retirada do tecido endometriótico e cauterizações das lesões endometrióticas. Esse procedimento proporcionará um conforto pélvico e diminuirá os quadros dolorosos. Se, eventualmente, houver aderências da endometriose nos orgãos internos (bexiga, útero, trompas, intestinos) deverá ser feita a retirada destes focos. Em alguns casos mais adiantados a retirada desses tecidos via videolaparoscopiaisso não é possível sob risco de lesionar ou romper as parede de orgãos. Nesses casos, embora pouco comuns, é necessária uma cirurgia de abdome (laparotomia) para a devida correção das lesões ocasionadas. A medicina hoje em dia pode oferecer soluções e tratamentos mais efetivos e que venham contemplá-la com sua tão desejada gravidez.


  4. Erica, São Carlos - SP

    Riscos da laparoscopia

    Quais são os riscos de uma laparascopia? Ouvi dizer que, embora raramente aconteça, há riscos de insuficiência respiratória ou parada cardíaca. Isso é verdade?

    1. Calculo sua preocupação, mas saiba que os acidentes que ocorrem devido a qualquer tipo de cirurgia são muito, mas muito menores que o risco de você atravessar uma rua movimentada e ser atropelada. Na medicina, não podemos dizer que exite 0% ou 100% de sucesso ou erro, assim como em tudo na vida. Portanto, não se preocupe com as chances de erro, mas sim com as possibilidades de acerto que são muito maiores! Segurança e tranquilidade lhe ajudarão no ato cirúrgico e na sua recuperação. Dentro de um hospital estará muito mais segura com todos os recursos que a medicina dispõe hoje em dia. Desejo todo sucesso e pense positivo que aí sim você se sentirá bem melhor!


  5. Maira, Viamão - RS

    Perda de elasticidade vaginal

    Gostaria de saber se é verdade ou mito que, com o passar do tempo, a vagina perde elasticidade e o prazer nas relações sexuais diminuem. Tenho a impressão que isto está acontecendo comigo, tenho 30 anos e percebo diferença quando estou me relacionando. O que fazer?

    1. Muitas vezes mito e realidade se confundem. Com a idade, seu corpo perde algumas características da juventude. Com a diminuição da demanda hormonal, o corpo apresenta algumas alterações e uma delas é a perda da elasticidade e da umidificação vaginal e que em certas ocasiões dificulta o relacionamento sexual. Essas variações costumam aparecer no período pós-menopausa, mas podem ser facilmente corrigidas e retardadas pela medicina. Lembre-se que uma avaliação médica sempre é necessária para identificar problemas precoces.